Blog

Desacelerando no dia a dia

28/08/2018

Está se sentindo acelerada?  A sensação é que o dia está passando cada vez mais rápido? Sua cabeça está lotada de pensamentos e confusa? Chega em casa e não lembra o caminho que fez? Quando pensa sobre o seu dia não consegue lembrar-se de imediato e com detalhes de como ele foi? Bem-vindo ao mundo do piloto automático.

Calma, não é só você, a maioria das pessoas sente-se assim, afinal a gente está vivendo em uma sociedade acelerada e que cada vez mais acaba fazendo varias atividades ao mesmo tempo, e isso gera automatismo e ansiedade.

Estar no automático é não estar totalmente atento na atividade que você efetua, é fazer e depois não lembrar direito como fez.

Com a prática do mindfulness, você vai aprender a está mais presente e atento nas suas atividades, e vai conseguir visualizar e identificar melhor os seus pensamentos.

Sua cabeça vai ser como o céu, e as nuvens os seus pensamentos, você vai aprender a eleger os pensamentos que realmente importam para você, igual como fazemos quando escolhemos prestar atenção no formato da nuvem e comparar com alguma figura, nem todos os pensamentos são reais e dizem algo sobre você, e você pode aprender a dar a devida importância a eles e a lidar de uma forma melhor.

Você não precisa estar atenta o tempo inteiro, até porque isso cansa, mas você pode escolher em que momentos você vai precisar está mais atenta e presente. A meditação faz com que você viva mais no momento presente, e pare de viver no passado ou no futuro, tornando-se assim uma pessoa menos preocupada e ansiosa.

Mas como fazer isso no dia a dia? Eu não tenho tempo! (É o que a maioria das pessoas diz e pensa) E se eu te disser que você pode fazer isso nas suas atividades diárias? Ou que você pode meditar somente três minutos por dia? Qual vai ser a sua desculpa?

Você pode começar a sua prática elegendo uma atividade diária para prestar total atenção como por exemplo: tomar banho, escovar os dentes, alguma das refeições do dia. E como fazer isso? É simples, você vai fazer somente isso naquele momento, e focar em tudo que aquele momento está proporcionando a você, que sensações físicas, sentimentos, pensamentos eles te trazem, observe cada parte desse momento, cada detalhe daquela ação que você está efetuando e depois perceba a diferença que isso vai fazer no seu dia.

Observe a mesma atividade todos os dias por pelo menos uma semana, e depois você pode ir trocando por outras ou até mesmo acrescentando. Torne isso um habito do seu dia, não vai te custar nada e você só tem a ganhar com isso.

Depois dessa fase de observação e de adaptação para um novo hábito, você pode começar a ouvir as faixas de mindfulness que você pode encontrar em livros, youtube ou aplicativos específicos sobre o assunto, material não falta no mercado.

Dica de vídeos que exemplificam e que serve de suporte para praticantes iniciantes:

Teste faixas e horários diferentes para praticar e encontre o melhor horário para você. Todos têm uma rotina diferente, e nessa pratica não tem horário certo ou errado, melhor ou pior momento ou posição especifica para isso. O preferível vai ser sempre o que funciona com você, escolha a posição, a hora e o local favorável, que você quer e que se sente bem.

Lembre-se não é para ser uma pratica obrigatória e chata, é para ser algo bom, leve e real, afinal esse é o seu momento, é a hora de parar e entrar em contato com você mesmo e de se conhecer ainda mais.

Não se cobre, não se culpe, se um dia não deu tempo fazer, no outro dia você tenta novamente, mas não desista, os resultados vão vim com o tempo, acredite! Os bons resultados vão te ajudar em vários aspectos da vida, tanto no pessoal, como no profissional também.

Se você for estudante e tiver com dificuldade de concentração, vai te ajudar bastante a focar mais no que precisa fazer, e no seu trabalho em um momento de estresse você pode conseguir ficar mais calmo usando as técnicas de respiração. E no pessoal você vai ganhar o autoconhecimento, tanto psicológico como do corpo também.

Essa é uma busca diária e de uma vida inteira, e que não vai acabar, estaremos sempre aprimorando, mudando e evoluindo. E a meditação vai te ajudar nesse processo.

Não vou dizer que é fácil, pois não é, mas tudo na vida tem o seu peso e importância. Tudo depende da sua forma de encarar e das suas prioridades.

Experimente e faça isso por você!

Lígia Lécia

Lígia Lécia

Psicóloga Clínica

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Receba nossos textos por e-mail com reflexões, insights e dicas para a carreira do Psicólogo.

Romae