Blog

Desenvolvimento pessoal como base para atuação do Psicólogo

20/08/2018

No texto anterior falamos sobre os desafios de criar oportunidades neste universo tão amplo da Psicologia. Dois aspectos foram considerados como sendo os mais relevantes: criatividade e autoconhecimento. Já deu uma lida no primeiro texto? Está bem interessante e seguiremos numa continuidade de assuntos que se complementarão  tornando este nosso papo aqui no canal mais dinâmico e coeso, então se não leu ainda vale a pena conferir!

Pois bem, vamos ao assunto deste novo texto!

O título já nos fala muito, não é mesmo?

Então trocaremos algumas ideias sobre autoconhecimento, pois o desenvolvimento pessoal envolve diretamente a compreensão acerca das nossas forças e fraquezas, e estas só serão conhecidas ou até mesmo reconhecidas por nós se passarmos a nos observar de maneira atenta e honesta.

Sabemos que para uma boa atuação em qualquer profissão é necessário o autoconhecimento, não apenas na carreira do psicólogo, mas é indiscutível que para nós este é um aspecto de grande importância e de maior responsabilidade. Qual outra profissão tem por exigência no período de formação que o estudante submeta-se a um processo psicoterapêutico? Eu desconheço.

Mas por que é tão importante o autoconhecimento para o psicólogo?

Porque adentraremos no mundo do outro, mas antes precisamos compreender a nós mesmos para não nos confundirmos com demandas que não são nossas, trazendo o que é do outro para nós e até mesmo depositando o que é nosso no outro, complicando o processo e impossibilitando o desempenho satisfatório do nosso exercício profissional.

Embora este seja um critério a ser cumprido como requisito para a formação, nem sempre é possível coincidir o tempo de conclusão do curso com o desenvolvimento necessário para que o futuro psicólogo esteja apto para atuação, considerando que o ritmo de cada um é muito particular e outras questões que causem dificuldades no decorrer deste período também podem surgir e comprometer o bom andamento.

Mas e aí? O que fazer?

Autoconhecimento é uma busca contínua, assim como o desenvolvimento pessoal também o é. Entendo que a faculdade nos mostra um caminho a ser percorrido e mesmo sabendo que algumas questões já devam estar bem resolvidas para começarmos efetivamente nossa atuação – e neste sentido cada um terá seus pontos a serem melhorados, desenvolvidos e/ou solucionados – é bem verdade que muitos outros só serão conhecidos por nós quando iniciarmos a prática profissional verdadeiramente.

Sendo assim desenvolvimento pessoal é uma ação constante, um movimento permanente para que possamos ter atitudes e ações que favoreçam também o nosso crescimento profissional.

Aqui vale reforçar que só poderemos desenvolver o que é preciso se antes conhecermos bem quais são as nossas necessidades. Autoconhecimento é fundamental para o desenvolvimento pessoal e consequentemente para uma atuação profissional de excelência para o psicólogo!

Fernanda Marreiro

Fernanda Marreiro

Psicóloga Clínica

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Receba nossos textos por e-mail com reflexões, insights e dicas para a carreira do Psicólogo.

Romae